154: Conflito de Interesses

Uma parte importante de ser um oficial ético é entender sobre Conflitos de Interesse, o que é um Conflito de Interesses e como ele afeta você como jogador e um oficial.

 

O que é um Conflito de Interesses?

Em termos gerais, um Conflito de Interesses pode ser descrito de duas maneiras:

  • • uma situação que tem a possibilidade ou potencial de minar a objetividade e imparcialidade de uma pessoa, porque um dos seus interesses (seja um interesse pessoal, ou um interesse comercial/profissional) esteja em possível conflito com outro de seus interesses.  Isso significa que existe uma chance de um interesse afetar indevidamente a capacidade de uma pessoa de tomar decisões objetivas que estão no melhor interesse de todos os envolvidos na situação.
  • • uma situação em que a responsabilidade de uma pessoa para um grupo ou interesse prejudica a capacidade da pessoa de cumprir o sua responsabilidade para outra pessoa ou interesse.

Aqui estão alguns exemplos de mundo real que surgem com bastante frequência no setor sem fins lucrativos, devido aos Conselhos de Administração/Confidentes  sem fins lucrativos sejam feitos por voluntários da comunidade – voluntários que têm negócios e interesses pessoais que possam afetar o seu julgamento.

Exemplo 1: Um Confidente para a Fundação sem fins lucrativos “A” também tem assento no Conselho da Agência sem fins lucrativos “Z”.  A agência “Z” pediu para a fundação “A” uma concessão, e todas as decisões de concessão devem ser ratificadas pelo Conselho de Administração.  Por causa da associação deste Confidente com a agência “Z”, ele está em um Conflito de Interesses.  Seria antiético e inapropriado para ele participar na discussão e votação sobre a concessão para “Z”.

Exemplo 2: Um Confidente para a Agência “Z” é um pequeno empresário.  A agência “Z” está na necessidade do serviço que pode potencialmente ser fornecido pela empresa do Confidente.  Seria impróprio e antiético para o seu negócio estar concorrendo pela prestação do serviço, a menos que hajam razões muito boas de outra forma (como ele ser um dos poucos que fornecem o serviço e a organização quer olhar para várias cotações).  Se seu negócio está concorrendo, então seria impróprio e antiético ele participar da discussão sobre qual negócio de usar para prestar esse serviço, bem como a votação em que empresas a agência Z acabará por utilizar para prestar esse serviço.

Note que nessas situações, o Confidente fez nada de errado – longe disso.  O que ele faz, declarando e aceitando seu Conflito de Interesses, é evitar qualquer possibilidade de transgressão, bem como evitar a possibilidade de alguém perceber delito (se algum existiu ou não).  Este último é tão importante, se não mais, do que o anterior.  Em geral, a maioria dos Confidentes/Conselheiros são pessoas éticas e honradas que não têm nenhum desejo de se envolver em práticas comerciais desleais ou tomar decisões tendenciosas.  Muitos deles são, provavelmente, muito capazes de tomar decisões objetivas, mesmo quando em um Conflito de Interesses.  Mesmo assim, é importante que eles não se envolvam, para que eles possam preservar sua integridade e a confiança dos outros Confidentes/Conselheiros com assento no conselho, bem como com o público em geral que possam olhar para a situação e acreditar que seu julgamento não era imparcial, porque eles tinham um Conflito de Interesses.

Quando surgem situações como estas, é de responsabilidade da pessoa com o Conflito de Interesses falar e abster-se de estar envolvido na situação ou em qualquer decisão que deve ser feita em função da situação.  Além disso, a maioria das organizações sem fins lucrativos têm uma Declaração de Conflito de Interesse que todos os Confidentes/Conselheiros e Oficiais devem ler, preencher e assinar, quando eles começam o seu mandato ou cargo. Aqui está um exemplo real de uma Declaração de Conflito de Interesse.

 

Declaração de Conflito de Interesse

Conselho de Administração, Confidentes e Associados

Certas atividades patrocinadas pela [Organização] podem representar uma real ou potencial “Conflito de Interesses” com um associado do Conselho de Administradores ou um associado da [Organização].  A seguinte irá servir como um guia para os possíveis tipos de atividades que podem causar Conflitos de Interesses e que devem ser totalmente informadas nesta declaração e ao Presidente/CEO ou ao Presidente do Conselho de Administração.

  • Possuir, direta ou indiretamente, uma posição ou interesse financeiro em qualquer questão a partir da qual a [Organização] procura bens ou serviços.
  • Possuir, direta ou indiretamente, uma posição ou interesse financeiro em qualquer questão externas que concorre, direta ou indiretamente, com a [Organização].
  • Prestar serviços de gestão ou de consulta a qualquer questão que faz negócios com, ou concorre diretamente com a [Organização].
  • Aceitar presentes excessivos, entretenimento ou outros favores excessivos sobre qualquer questão externa que faz, ou pretende fazer, negócios com, ou é um concorrente da [Organização].
  • Participar, direta ou indiretamente, em qualquer assunto envolvendo a [Organização], onde o administrador, empregado, ou um membro de sua família tem um interesse financeiro direto ou indireto.

 

A divulgação completa de qualquer situação de dúvida deve ser feita de modo a permitir uma determinação imparcial e objetiva.

 

Potenciais conflitos de interesse (se nenhum, por favor escreva “Nenhum”)

Assinatura                                                           Data

Nome legivel:

 

Como que o conceito de Conflito de Interesses se traduz para o ambiente SOM, especificamente sendo um oficial?

Na maioria dos casos, as situações que um oficial precisa se resguardar por causa de um Conflito de Interesses envolve situações que têm a participação do cônjuge/parceiro do Oficial, família ou amigos íntimos.  No caso de Narradores, inclui também situações em que o PC do Narrador tem algum tipo de envolvimento, influência ou interesse, onde os PCs envolvidos têm laços com o PC do Narrador. No caso dos Coordenadores, também inclui situações em que as decisões tomadas vão afetar o Prestígio pessoal do oficial.

Como você determina se é necessário declarar um Conflito de Interesses e abster-se?

Saber quando abster-se de narrar ou jogar de forma a evitar colocar-se em um Conflito de Interesses é fundamental.  A seguir estão todas as situações em que, você se encontrar agindo como um Oficial, você deve indicar que você tem um Conflito de Interesses e pedir que outro Oficial seja chamado. Esta não é uma lista exaustiva – se em algum momento você não tiver certeza quanto se você está ou não em uma situação onde você tem um Conflito de Interesses, você deve assumir que a resposta é “Sim” e agir em conformidade.

Narradores:

  • Aprovação das requisições de personagem para itens especiais para seus próprios PCs, ou para PCs da seu esposa/outro significativo, membros da família e amigos íntimos.
  • Aprovação das requisições de personagem para qualquer PC que tem o potencial de ser um benefício para o seu próprio PC (como aprovações de Sire ou crias do seu PC).
  • Decisões de mecânicas e regras em uma cena de PvP (seja físico, social ou político) em que seu cônjuge/parceiro, familiares, colegas de casa ou amigos próximos estão participando.  Isto é particularmente verdadeiro se a cena é um combate ou killbox, onde torpor/morte do PC é uma possibilidade.
  • Manipulação de investigações ou recursos em que o seu cônjuge/parceiro, familiares, colegas de casa ou amigos próximos estão envolvidos de alguma forma.
  • Usar sua autoridade e/ou influência como Narrador para colocar o seu próprio PC em uma situação vantajosa, ou se aproveitar de NPCs ou itens no jogo que você criou como um Narrador.
  • Jogar com o seu PC em um plotkit de que você tem conhecimentos de Narrador.

Coordenadores:

  • Supervisionar revisões de Prestígio para um cônjuge/parceiro, familiares, colegas de casa ou amigos próximos.
  • Premiar Prestigio para o cônjuge/parceiro, familiares, colegas de casa, ou amigos próximos.
  • Manipulação de investigações ou recursos em que o seu cônjuge/parceiro, familiares, colegas de casa ou amigos próximos estão envolvidos de alguma forma.

 

Nota: ler a lista acima pode fazer você se sentir como se você não pode ser um Oficial para qualquer outra pessoa que não sejam estranhos.  Esse não é o caso.  Enquanto muitos de nós pensam de todos os membros da SOM como “amigos”, o termo “amigos próximos” se refere especificamente aos amigos com quem você gasta uma grande parte do tempo fora de atividades do clube ou com quem você tem um relacionamento especial.

Algumas situações são muito claras; outros nem tanto.  Nestes últimos casos, o melhor é falar, deixar claro que você pode ter um Conflito de Interesses, e em seguida, falar com o seu Oficial supervisor antes de prosseguir. Seu Oficial supervisor pode decidir que não existe um Conflito de Interesses e que você é livre para continuar com a ação que você estava preocupado.  Se as preocupações a respeito de Conflito de Interesse foram levantadas por outra pessoa, lembre-se que você pode ter um Conflito de Interesses na tomada de decisões sobre se você tem tal conflito. Se isso ocorrer, fale com seu Oficial supervisor para determinar se um Conflito de Interesses existe. No entanto, note que falar com o seu Narrador supervisor sobre uma situação não significa que você não deve falar com a pessoa que levantou a questão se uma situação semelhante surge – cada situação deve ser analisada e avaliada independente de situações anteriores.

É importante deixar claro que estar em uma situação em que você está em um Conflito de Interesses e ter que resguardar a si mesmo não é “ruim” nem faz de você uma pessoa ruim ou antiética e irresponsável.  Não é uma acusação de delito algum.  Muito pelo contrário.   Na verdade, é uma forma de protegê-lo de tais acusações – por voluntariamente retirar-se desses tipos de situações, você é capaz de manter a confiança dada a você por seus jogadores e companheiros de Narração e evitar que alguém seja capaz de levantar suspeita ou acusações contra você.

Quando as questões de Conflito de Interesses acontecem, fale com seu supervisor e determinar se o Oficial supervisor ou um de seus assistentes vão lidar com a situação.